quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Arrecadação de candidatos de Itabuna fica proxima de R$ 260 mil

Na segunda prestação de contas enviadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), donos das campanhas mais "vitoriosas" e favoritos na disputa desse ano, os candidatos a prefeito Vane do Renascer (PRB), Juçara Feitosa (PT) e José Nilton Azevedo (DEM) conseguiram arrecadar cerca de R$ 259 mil.

O candidato Vane do Renascer arrecadou R$ 56 mil na segunda prestação de contas, dos quais R$ 30 mil da Engemont Construtora. Já na primeira prestação de conta , o candidato informou R$ 10 mil de pessoas físicas.
A candidata Juçarra Feitosa foi a que mais arrecadou, conseguindo R$ 126.300 de sete doadores. Quem mais contribuiu com a candidatura petista foi a empresa Moinho Dias Branco/Industria e Comércio de Alimentos, que contribuiu com R$ 100 mil. Na primeira prestação de contas a candidata informou ter arrecadado R$ 14 mil.
O candidato Capitão Azevedo arrecadou R$ 52.500, os secretarios municipais, juntos foram os maiores doadores da campanha. Juntos o primeiro escalão do governo doou R$ 41.400 para a campanha eleitoral. Na primeira prestação de contas o candidato do DEM não teve arrecadação.
Os candidatos Zem Costa (PSOL) e Zé Roberto (PSTU) disserão não ter arrecadado nada. Pedro Eliodorio (PCB) foi o propio doador da campanha, com investimento de R$ 930,00

Mais uma polemica na Prefeitura de Itabuna

Farra de alvarás, cauzam grandes prejuizos a taxistas.

Taxistas reclamam que a prefeitura vem distribuindo as autorizações sem qualquer críterio, beneficiando principalmente pessoas ligadas aos ocupandes de cargosdo primeiro escalão municipal. As aurotizações vêm sendo concedida pela Secretaria de Transporte e Transito de Itabuna até para quem não possui veículo. Os taxistas reclamam que pessoas que nuncam ttabalharam no ramo aparecem todos os dias para fazer o transporte de passageiros, numa concorrência desleal.
No dia 31 de maio, o diretor de Transporte Especial, Carlos AbílíoPereira, assinou a declaração de um beneficiado com alvarás informando que ele estava "aguardando para comprar um veículo" e começar a circular como taxista. Carlos Abílio e candidato a vereador.

Como se já não bastasse, a prefeitura achando pouco as falcatruas, da Câmara de Vereadores com a farra dos consiginados e também a farra das diarias, agora apronta mais essa com a população de Itabuna. Por isso venho aqui pedir a você eleitor que anote o nome dele(s) o partido que ele(s) pertecem e dê o troco nas urnas no dia 7 de outubro. Urna não e pinico!!!

Eleições 2012

Ilhéus e Itabuna têm 17 mil eleitores analfabetos.

Sabendo que em todo o estado são exatamante 887.855 votantes nesta condição, com 467.989 mulheres e 418.359 homens.
Em Itabuna existem 2.889 pessoas do sexo masculino e 4.244 do sexo feminino que nunca frequentaram uma sala de aula.
Em Ilhéus são 9.916 pessoas que nunca freque uma sala de aula, dos quais 5.388 mulheres e 4.505 homens.
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) divulgou informações completas sobre as 36.078 pessoas que pediram o registro de canditadura. São 33.740 políticos sonhando com o cargo de vereador e 1.061 candidatos a prefeito. Pelo menos 18 terão as candidaturas impugnadas porque não sabem ler nem escrever.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Juiz ouve 13 pessoas pela fraude em licitações na Câmara


Clóvis Loiola
 O juiz titular Antonio Carlos Rodrigues de Morais e a promotora responsavel pela ação penal  Renata Barros Dacach Assis, irão ouvi-los em audiencia marcada para o dia 2 de outubro, as 8:30 na 2° Vara Crime.

A ação de,661 páginas, apura suposto crime contra a adiministração publica e lembra da Comissão Especial de Inquerito (CEI) feita na câmara para apurar possiveis atos ilegais na contratação irregular de empresas através de processo licitatorionulo e fraudulento.

O Ministerio Publico apurou que foi montado pelos denunciados um verdadeiro esquema de fraude nas licitações da Câmara de Itabuna para favorecer empresas específicas e, desta forma, subtrair dos cofres públicos quantias vultuosas em dinheiro.

A ação diz que a "quadrilha atuou entre os anos de 2009 e 2010", périodo em que Clóvis Loiola era presidente, sendo responsavél por celebrar os contratos com as empresas de fachada " muitas delas montadas com a unica finalidade de contratar com a Câmara, vencendo licitações fraudulentas".

O Ministerio Publico mostrou que o mesmo esquema foi usado na contratação da empresa Robson Nascimento da Silva ME, que recebeu, por coincidência, exatamente o valor maximo que a Câmara dispunha naquele momento para serviços R$79 mil.

A promotora pede, além da condenação de todos, a quebra de sigilo bancario e fiscal, dos denuciados do périodo de janeiro de 2009 a dezembro de 2010. 

Pesquisa será divulgada sexta!!!

A primeira pesquisa registrada com números da sucesso eleitoral em Itabuna somente será divulgada na próxima sexta, 21. A empresa Séculos Análise e Pesquisa de Opinião Ltda. não incluiu no levantamento todos os nomes dos prefeituráveis na disputa local e teve de registrá-la, novamente, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA). A ‘barbeiragem’ também atingiu o levantamento que a mesma empresa fez em Ilhéus, que será divulgado somente na sexta.
O registro, no entanto, fica valendo o campo feito de 11 a 14 deste mês.